Cheguei ao 7º dia de treinamento. Uma semana de atividades físicas, muito intensa para mim que nunca fui de me exercicitar com regularidade. Será que tive alguma evolução nesse período? Vamos ver como me saí nesses dias e avaliar o resultado dessa semana.

DIA 6

O dia 6 foi marcado por um intenso trabalho com os membros superiores, mais conhecidos como braços e ante-braços. Teve Arnold Press, levantamento de ‘peso'(peso-pena com wiimote), trabalho com tríceps e as temidas flexões.

Apesa da falta de peso nos exercícios, a repetição dos mesmo ainda faz efeito, principalmente porque não tenho o hábito de trabalhar determinados músculos, algo que consegui fazer como no caso do tríceps.

Além dos exercícios com os braços, tive uma seção de sparring com o treinador. O sparring é uma forma de treinar luta com uma pessoa ajudando a treinar as habilidades da outra. A atividade incluiu troca de socos, diretos, jabs e cotoveladas. De longe, é a atividade mais empolgante e me fez lembrar muito um anime que vi à algum tempo que fala sobre o esporte do Boxe: Hajime no Ippo.

O anime conta história de Ippo um garoto que só apanha dos valentões do colégio, até ser encontrado por Takamura, uma campeão dos pesos médios do Japão e vê no garoto um pontecial boxeador. A história segue mostrando o treinamento de Ippo e suas lutas, além de mostrar muito sobre as técnicas de boxe: tipos se socos, movimentação e golpes.

Só abri o parenteses para falar sobre esse anime pois durante o sparring, pude lembrar de aplicar algumas técnicas que são exibidas no anime que realmente encaixaram bem com as atividades que eram solicitadas pelo jogo.

Dia 7

O sétimo dia, de longe, foi o mais pesado até agora. Com o trabalho focado em pernas.

Todos os exercícios que fiz tiveram que ser ‘segurados’. Por exemplo: Realizar o agachamento mas ao abaixar, segurar por dois segundos como já havia feito anteriormente, mas a diferença dessa vez era que TODOS os exercícios precisavam segurar em algum momento forçando mais ainda o músculo.

Ao final das atividades, minhas pernas praticamente andavam sozinhas, se puxando para a frente e no dia seguinte ela ficaram completamente doloridas.

Resumão:

Depois de uma semana é possível realmente sentir a melhora. Como? Bom, o limite para as atividades gira em torno de 10 a 20 exercícios dependendo de quão puxado possa ser. No começo eu sentia um pesar enorme em chegar a esse limite, trazendo todas as forças possíveis para atingir o objetivo. A diferença é que agora eu consigo chegar ao limite sem me esforçar tanto como no começo.

Pode até parecer pouco, mas é uma evolução gradual que já é possível sentir. A expectativa agora é passar do limite imposto sem muito esforço, o que deve acontecer lá pelo 15º dia se continuar nesse ritmo. Agora é mais um dia de folga até o próximo dia!

Até o 8º dia!