Nesse post, vou dar uma uma resumida no que aconteceu no dia 4 e 5, senão acabo não tendo como estender em um só post para cada dia, principalmente agora que os treinos tomam uma rota mais repetitiva e o que vai valer contar aqui, serão os resultados.

DIA 4

Eu diria que comecei esse dia, quase 90% recuperado das dores dos dias anteriores. O músculos ainda continuavam levemente doloridos, mas me momento algum a dor foi impecilho ou influenciou na minha performance dos exercícios.

O foco desse dia foi o trabalho com braços, ou seja, flexões estavam entre os exercícios que foram feitos.

O primeiro exercícios fica por conta do levantamento de pneu. DE TRATOR. Onde você deve se agachar para pegar o pneu virtual, segurar por 2 segundos e levantar o mesmo em seguida. O exercício se estende por 10 repetições. Ao final do mesmo, só deu para perceber que trabalhei as pernas e abdomen. A falta do peso real, é uma falha que não permite você trabalhar completamente os braços(Não que eu estivesse disposto a levantar um pneu real de trator. E essa foi a tônica dos outros exercícios. O restante das atividades foram relacionados a levantamento de halteres(wiimote) e o Arnold Press para trabalhar o braço e antebraço de forma geral.

Ao final da seção de exercícios os braços queimavam um pouco, mas nada absurdo. Apesar da falta de total de peso do wiimote, ainda foi possível sentir um dorzinha nos braços no dia seguinte. Mas acredito que tenha sido até pelos várias movimentos que tive que fazer e não estava acostumado. Provavelmente no futuro, terei que adicionar algum peso a esses exercícios para ter um evolução maior.

DIA 5

Se o dia 4 o trabalho com os braços predominou, o dia 5 teve total foco nas pernas/coxas. O principal exercício das atividades do 5º dia, foram os agachamentos. Mas dessa vez com a cereja do bolo: permanecer na posição de agachamento por 2 segundos e depois levantar. Você pode até pensar que 2 míseros segundos são poucos, mas tente fazer isso 16 vezes seguidas em 3 repetições e me conte se suas coxas não estaram ‘on fire’ ao final.

Outro dois exercícios que merecem destaque são os que costumo chamar de air punch ou socar o ar. Tive que fazer no começo para aquecer o corpo e no final. É incrível o quanto pode ser relaxante socar o ar, mesmo você se tente acertar o saco de areia virtual.

Resumão:

Olha, o que deu para se notar nesses 5 dias de exercícios é que estou ligeiramente mais disposto para levantar de manhã, sem ficar me arrastando na cama por mais de meia-hora travando o botão soneca do celular.

Como meu treinamento é focado na resistência física, preciso testa-la de alguma forma, o que farei quando completar 15 dias no próprio teste do jogo e só aí acho que poderei ver alguma real melhora em relação às flexões, polichinelos e abdominais da primeira avaliação.

Agora tenho um dia de folga, segundo a programação do próprio jogo, e depois parto para o 6º dia, totalmente livre de músculos doloridos para encarar sem qualquer desculpa, todos os exercícios com total dedicação. O dia de folga é importante para naõ estressar o músculo e machuca-lo de alguma forma.

Volto agora com o 6º e 7º dia de exercícios.

Até lá!